Nova data para ingresso de graduados, mudança de curso e transferência

Compartilhe:

A Pró-Reitoria de Graduação comunica alteração de datas para o processo de seleção para Ingresso de Graduados, Transferência e Mudança de Curso.
O edital que disciplina os processos será divulgado dia 27 de abril, nesta página e no site da Comissão Executiva do Vestibular (CEV), órgão responsável pela realização de todo o processo seletivo.

Reações: 

Prograd divulga resultado final do segundo processo de seleção do Promac

Compartilhe:

A Pró-Reitoria de Graduação da Uece (Prograd) divulga resultado final do segundo processo de seleção do Programa de Monitoria Acadêmica (Promac) exercício 2016.
Os prazos para indicação dos monitores selecionados e entrega da documentação ao Promac encontram-se no cronograma a seguir:
CRONOGRAMA
ETAPADATAS
3ª Etapa Indicação do(s) monitor(es) selecionados pelos professores orientadores23 a 27/04/2016
Encaminhamento da documentação do aluno selecionado25 a 29/04/2016
Início das atividades do PROMAC02/05/2016

O monitor remunerado deverá ser indicado via SABEs e a documentação, descrita, deverá ser encaminhada ao Promac:
a) Ficha cadastral de bolsista gerada pelo SABEs;
b) Termo de Compromisso;
c) Cadastro de Credores do Estado Pessoa Física-Sem Vínculo;
d) Comprovantes de renda familiar.
O monitor remunerado que já entregou em fevereiro/2016 os comprovantes dos itens c e d, acima mencionados, não precisa fazê-lo novamente. Exceto os documentos dos itens a e b, que necessitam de atualização das datas.
O monitor voluntário deverá ser indicado via e-mail  promac_prograd@uece.br, informando: Faculdade/Centro, Curso, Título do Projeto, nome da disciplina e dados do monitor (nome completo, CPF, email institucional, contatos de telefones). Cabe ao monitor voluntário apenas o encaminhamento do Termo de Compromisso.

Reações: 

Programa recebe inscrição de estudantes interessados em intercâmbio

Compartilhe:

Estão abertas, até 31 de maio, as inscrições para o Programa de Mobilidade Nacional (PMN), voltado para estudantes de Graduação regularmente matriculados em IES Estaduais e Municipais. Nesta edição encontram-se disponíveis 1.016 vagas em 20 universidades brasileiras em diversas áreas.
Todos os graduandos da Uece podem participar do programa que possibilita estudar de 6 a 12 meses em outra universidade do país. O aluno é o responsável pelas suas despesas de deslocamento, hospedagem e alimentação durante o período da mobilidade. Também é necessário atender as exigências previstas na resolução sobre mobilidade.
Para participar do programa, o estudante da Uece deve:
1.Entrar no site do Programa de Mobilidade Nacional da ABRUEM e ler o edital da Universidade para a qual deseja mobilidade;
2.Escolher um curso dentre aqueles com vagas ofertas. Isso pode ser feito no site do Programa;
3.Manter o currículo LATTES atualizado. O currículo é um dos instrumentos usado na seleção;
4.Preencher a ficha de inscrição com as informações solicitadas;
5.Preencher o Plano de Estudos aprovado;
6.Enviá-los para e-mail do Escritório de Cooperação Internacional da Uece pelo email  ecint@uece.br.
Mais informações no site do Escritório de Cooperação Internacional da Uece (Ecint), no link Mobilidade Nacional

Reações: 

Ao vivo: Audiência Pública "Aquífero Jandaíra: As Águas Subterrâneas em Questão"

Compartilhe:

Watch live streaming video from fafidamtvweb at livestream.com

Reações: 

Enem abre inscrições dia 9 de maio, com provas em 5 e 6 de novembro

Compartilhe:

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, estima que 8 milhões de estudantes prestem o exame, em 1.716 municípios
O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, anunciou, nesta quinta-feira (14), as novas regras para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2016. As provas serão realizadas no final de semana seguinte ao segundo turno das eleições municipais, nos dias 5 e 6 de novembro. As inscrições serão abertas às 10 horas do dia 9 de maio e terminarão às 23h59 do dia 20 do mesmo mês.
A expectativa é de que 8 milhões de estudantes prestem o exame, em 1.716 municípios. Estamos usando o que tem de mais avançado em tecnologia para preparar o Enem, afirmou o ministro.
A prova do dia 5 de novembro vai tratar dos temas relacionados a Ciências Humanas e da Natureza. Serão 4 horas e 30 minutos para responder ao questionário. No dia 6, será a vez de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Redação e Matemática, com 5 horas e 30 minutos para concluir a prova. Os portões dos locais de prova serão abertos às 12 horas e o fechamento será às 13 horas, seguindo o horário de Brasília, em todo o País.
Os inscritos pagarão R$ 68 para realizar o Enem. Haverá a possibilidade de isenção para estudantes do Ensino Médio em escolas públicas e estudantes carentes, mas não será concedida isenção da taxa a estudantes que receberam o benefício em 2015 e não compareceram ao exame, exceto casos devidamente justificados.
Uma das novidades deste ano é que o estudante poderá pagar a taxa de inscrição em qualquer agência bancária, casa lotérica ou agência dos Correios. Até o ano passado, a inscrição era paga apenas nas agências do Banco do Brasil. A taxa pode ser quitada até o dia 25 de maio, às 21h59.
Segurança
Outra novidade do Enem 2016, na área da segurança, para evitar fraudes, será o uso de biometria dos participantes. Todo candidato terá de deixar a impressão digital no cartão de prova. Isso ocorrerá para evitar que uma pessoa possa fazer a prova no lugar da outra.
Segundo o ministro, a decisão ocorreu após o registro de 1.570 ocorrências verificadas em 2015. Vai ter essa identificação digital. É fraude zero, disse Mercadante, ressaltando que está mantido o esquema de segurança com detector de metal e malotes de transporte das provas com cadeado.
O Enem
O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi criado em 1998 com o objetivo de avaliar o desempenho do estudante ao fim da educação básica, buscando contribuir para a melhoria da qualidade desse nível de escolaridade.
A partir de 2009, passou a ser utilizado também como mecanismo de seleção para o ingresso no Ensino Superior. Foram implementadas mudanças no Exame que contribuem para a democratização das oportunidades de acesso às vagas oferecidas por Instituições Federais de Ensino Superior (IFES), para a mobilidade acadêmica e para induzir a reestruturação dos currículos do Ensino Médio.
O Enem também é utilizado para o acesso a programas oferecidos pelo governo federal, tais como o Programa Universidade para Todos (ProUni).

Fonte: Secitece, com informações do Portal Brasil

Reações: 

Outras Palavras publica dossiê sobre cenário brasileiro atual

Compartilhe:

Numa seleção das análises publicadas por Outras Palavras, as origens da crise política, o projeto ultraconservador das elites e a hipótese de lançar, a partir da mobilização social, uma agenda de reformas reais

I – A Trama dos sem-voto

A geopolítica da Lava JatoAs instituições norte-americanas têm a geopolítica na veia. As brasileiras têm na cabeça apenas o Código Penal e a Constituição. Encantam-se quando conhecem os EUA
Por Luis Nassif, no GGN (publicado em 2/3/16)
Mídia atinge a democracia à queima-roupa
Crise demonstra: a frágil democracia brasileira não pode continuar a conviver com mídia oligopolizada — que ameaça e chantageia os poderes, enquanto mantém na ignorância milhões de brasileiros
Por Celso Vicenzi (publicado em 10/4/16)
Polícia Federal, da esperança ao pavor
História de um desastre: escorregão do governo Lula e irresponsabilidade de José Eduardo Cardozo criaram corporação superpoderosa, que flerta com Estado policial
Por Luis Nassif, no GGN (publicado em 31/3/16)
O golpismo na época de sua reprodutibilidade técnicaÀ ausência de limites éticos soma-se nestes tempos sombrios certa regressão estética; dos memes às manifestações, das citações cafajestes a dancinhas cafonas
Por Alceu Luís Castilho (publicado em 11/3/16)


II – Que pretendem as elites


Boulos: eis o programa do Golpe

Nos quatro eixos de eventual governo Temer, o projeto da elite brasileira: contra-reforma trabalhista, ataque a programas sociais, privatização disfarçada da Petrobras e abafamento dos escândalos de corrupção
Por Guilherme Boulos (publicado em 15/4/16)
Impeachment: a pauta oculta
Pré-Sal para petroleiras globais. Fim da demarcação indígena. “Direito” ao armamento pessoal. Veto à família homoafetiva e muito mais. Que projetos escondem-se atrás da suposta “luta contra corrupção”
Por Cristina Fróes de Borja ReisTatiana Berringer e Maria Caramez Carlotto (publicado em 16/3/16)
Temer e sua Ponte para o PassadoRever Constituição de 1988. Cortar recursos obrigatórios para Saúde e Educação. Reduzir benefícios previdenciários. Privatizar tudo. Retomar alinhamento com EUA. Análise revela: programa do vice é delícia das elites
Por Fernando Marcelino (publicado em 4/4/16)

III – Os impasses do lulismo

Crise de um projeto, risco de golpe e luta de classes
André Singer analisa: por que empresários abandonaram quem os enriqueceu. Nas Jornadas de 2013, divisor de águas irrepetível. “Ajuste fiscal”, o erro dramático de Dilma. Projeto de Lula está nas cordas, mas não morreu
Entrevista a João Vitor Santos, no IHU
O dia em que a jararaca mordeuQuando começou seu calvário, Lula sentiu finalmente que a conciliação é vã. Pode ser tarde demais – mas a análise de sua fala revela que a luta de classes, tantas vezes enterrada, está mais viva que nunca
Por Priscila Figueiredo (publicado em 29/3/16)
Déficit” da Previdência: a grande fraude
Uma economista disseca os cálculos que fabricam a "crise" e contra-ataca: objetivo do discurso é transferir à aristocracia financeira fundos que garantem direitos sociais
Coryntho Baldez, no Jornal da UFRJ (publicado em 20/1/16)
Duas receitas opostas contra a criseQuem julga o "ajuste fiscal" de Dilma inevitável deveria ao menos estudar uma alternativa singela: o programa adotado por Lula, diante da recessão global de 2008. As diferenças são chocantes
Por João Sicsu, em Carta Capital (publicado em 16/2/15)
Por que o Pré Sal brasileiro está ameaçadoProjeto de Renan Calheiros e José Serra extingue “regime de partilha” e afasta Petrobras. Medida provocaria exploração predatória, em benefício de transnacionais petroleiras
Por Marcelo Zero, no Dialogo Petroleiro (publciado em 24/2/16)

Congresso: a agenda dos horrores voltouPrivatizações. Código de Mineração devastador. Lei “antiterror”. Maioridade penal. Saiba o que parlamentares querem impor à sociedade este ano – para resistir melhor
Por Carlos Eduardo, no Congresso em Notas (publicado em 4/2/16)


IV – A possível virada e as reformas urgentíssimas

Para qualificar as jornadas pela democracia
Evitar impeachment e retrocesso é crucial. Mas os limites do governo Dilma estão claríssimos. É hora de um novo projeto de paísPor Carla Ferreira e Mathias Luce (publicado em 31/3/16)
Boaventura: Brasil ainda pode evitar o pior
Judiciário e mídia ferem democracia. Lava Jato não é comparável a Mãos Limpas. Na raiz da crise, ilusão grosseira do PT. Guerra não está perdida; é preciso mudar já.
Por Boaventura de Sousa Santos (publicado em 21/3/15)
Lula salvará o governo Dilma?
Volta do ex-presidente será inútil, se não significar mudança completa de rumos do governo. Eis alguns pontos essenciais.
Por Antonio Martins (publicado em 14/3/15)

Reações: 

Proex lança concurso de logomarca para campanha Eu Faço Extensão na Uece

Compartilhe:

Estarão abertas a partir da próxima segunda-feira (18) as inscrições para o concurso de logomarca da campanha Eu faço Extensão na Uece , promovido pela Pró-Reitoria de Extensão (Proex), da Universidade Estadual do Ceará (Uece).
A Campanha tem como objetivo divulgar atividades de extensão desenvolvidas na Uece, além de reafirmar a relevância da instituição integrar as ações à formação técnica e cidadã do estudante e à produção e difusão de novos conhecimentos e novas metodologias, de modo a configurar a natureza extensionista dos programas e projetos da Proex.
Poderão concorrer professores, servidores técnico-administrativos, funcionários terceirizados e 'alunos dos cursos de graduação e pós-graduação da Uece. Cada candidato poderá submeter até duas propostas. O vencedor ganhará uma câmera fotográfica. O segundo e terceiro colocados receberão um kit com 4 livros, da Editora da Uece (EdUECE).
A inscrição deverá ser efetuada até 25 abril, na Proex, Campus Itaperi, ou por email. O resultado final será divulgado no dia 29 de abril.
Mais informações: (85) 3101-9655

Reações: 

Ex-aluno da FAFIDAM publica livro sobre artigo acadêmico experimental

Compartilhe:

Ex-monitor do Promac e ex-Professor Supervisor do Pibid de Letras da Fafidam/Uece publica livro científico-acadêmico resultado de pesquisa com graduandos do Curso de Letras da Fafidam
O professor e linguista Francisco Jeimes de Oliveira Paiva da EEFM Egídia Cavalcante Chagas de Morada Nova/CE, publicou neste mês de abril de 2016 pela Editora Novas Edições Acadêmicas o livroArtigo Acadêmico Experimental: as práticas discursivas e as experiências de escrita de graduandos da Fafidam/Uece.
O fato ressaltado é que o livro traz expressivas contribuições no contexto do ensino de escrita acadêmica e na orientação metodológica de docentes quanto à escrita de artigos, pois o autor se propôs a construir um modelo de organização sociorretórica de AAEs, a partir de uma pesquisa acadêmica, em que ele analisa vários exemplares de artigos acadêmicos escritos por graduandos deprimeira viagem nas práticas discursivas de produção escrita, atreladas às disciplinas do Curso de Licenciatura Plena em Letras da Faculdade Filosofia Dom Aureliano Matos - Fafidam/Uece, no período de 2011 a 2015.
É nesse contexto científico-acadêmico e profissional que o autor graduou-se, atuou como monitor de disciplina e contribuiu como professor supervisor de graduandos em Letras, logo foi parceiro, quanto à iniciação à docência de alunos do curso de Letras pelo Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência-Pibid com o projeto: Compreensão e produção de gêneros textuais orais e escritos na educação básica, coordenado pela Profa. Me. Kátia Cristina Cavalcante de Oliveira da Uece/Fafidam.
Esse livro do prof. Jeimes Paiva da rede estadual básica de ensino, finalmente, faz-se muito relevante, sendo que atualmente os alunos do Ensino Médio que ingressam nas universidades sejam elas – pública ou particular - necessitam ter vasta produtividade diante desse contexto de produção/escritura de gêneros acadêmicos, dessa forma esta obra vem contribuir no desenvolvimento do potencial e das competências linguísticas e textuais do alunado na produção de artigos acadêmicos, presentemente, tão comuns nos cursos de graduação e pós-graduação de várias Universidades e Institutos de Ensino Superior.
Por fim, esse livro será lançado na festa de comemoração dos 80 da EEFM Egídia C. Chagas neste ano de 2016, como parte integrada ao lançamento do livro sobre asmemórias históricas desta escola ao longo desses preciosos anos de serviço à comunidade local, sendo que o prof. Jeimes Paiva é também um dos organizadores desta obra em produção e, posteriormente, também será lançado em evento científico-acadêmico do curso de Letras na Fafidam.
*Com informações do professor Francisco Geimes de Oliveira Paiva

Reações: 

Estudante do curso de Química conquistou 5 prêmios na 14ª Feira Brasileira de Ciências e Engenharia

Compartilhe:

Prof. Emmanuel Silva Marinho (à esq.) e Helyson Lucas B. Braz (à dir.)
Estudante do curso de Química da FAFIDAM – Faculdade de Filosofia Dom Aureliano Matos, Limoeiro do Norte – CE, conquistou 5 prêmios na 14ª Feira Brasileira de Ciências e Engenharia, que ocorreu na Universidade de São Paulo, durante 14 a 18 de março de 2016.
O trabalho tem o título de “Estudo in silico das propriedades de interação entre curcumina e apoliproteína E4 (apoE4): O novo alvo de ataque a demência de Alzheimer em condições iniciais”, de autoria de Helyson Lucas Bezerra Braz, sob orientação do prof. Dr. Emmanuel Silva Marinho e coorientação da prof. Ms Manuella de Oliveira Cabral Rocha, foi reconhecido com o 1º lugar de ciências biológicas, Reconhecimento na área de telemedicina do curso de Medicina da USP, Prêmio Centro Paula de Souza, Destaque melhor projeto do Ceará e Credenciamento para Feira Nordestina de Ciência e Tecnologia em Setembro de 2016 na cidade de Recife.
O trabalho desenvolvido tem como objetivo, avaliar processos biológicos que estejam associados ao desenvolvimento do Alzheimer e testar virtualmente por método de docking molecular o ligante curcumina, a fim de verificar um novo método de ataque ao retardamento desta doença.
* Com informações do Prof. Dr. Emmanuel Silva Marinho.

Reações: 

Lançamento do edital para seleção de bolsistas do PIBID/UECE

Compartilhe:

No final da tarde desta segunda-feira (11) foi lançado o edital para seleção de bolsistas para o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID). As inscrições serão realizadas amanhã, dia 12, até às 17h, pelo sistema de bolsas da UECE.
Para a FAFIDAM há vagas para os seguintes subprojetos: Física (09), Geografia (03), História (04), Letras Português (18) e Letras Inglês (04).
Para fazer a inscrição o candidato deverá acessar o site bolsas.uece.br.
Antes de realizar a inscrição o candidato deverá ler atentamente o edital que se encontra disponível aqui.
Uma das condições para realizar a inscrição é ter currículo cadastrado na Platqforma Lattes do CNPq. Para cadastrar o currículo clique aqui.

Reações: 

Postagens mais lidas